rss

Páginas



 









As roupas
Planejamento para eixo de Natureza e Sociedade – Grupo 5 de Educação Infantil.

Grupo 5

Título: As roupas
Âmbito: Conhecimento de mundo
Eixo: Natureza e sociedade
Conteúdo:
- Participação em atividades que envolvam histórias, brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais de sua comunidade e de outras.
- Conhecimento de modos de ser, viver e trabalhar de alguns grupos sociais do presente e do passado.
- Identificação de alguns papéis sociais existentes em seus grupos de convívio, dentro e fora da instituição.


Objetivo:
- Elaborar um boneco em um cartaz por meio de contorno do próprio corpo.
- Desenhar alguns detalhes para completar a imagem do boneco.
- Selecionar peças de roupas para o boneco de acordo com as situações apresentadas pelo professor.
Material:
- Papel bobina.
- Canetas coloridas.
- Peças de vestuário infantil.
- Retalhos de tecidos ou papéis de diferentes espessuras e cores.
- Cola branca.
- Tesoura.

Atividade motivacional:
Organizar os alunos sentados em um círculo e dispor o baú ou a caixa de roupas e acessórios no centro.
Sortear um aluno para que, de olhos fechados, selecione uma das roupas ou acessório do baú.
Logo que tenha “sorteado” a peça, deve comentar quando e onde geralmente aquela roupa ou acessório é utilizado, bem como, se é uma peça usada por meninos, meninas ou ambos.
Encaminhamento metodológico:
1. Convidar os alunos para que se reúnam em duplas e criem um boneco em um cartaz. Para isso, orientá-los de modo a definir qual componente da dupla ficará deitado sobre o papel bobina com os braços e pernas entreabertos e esticados e quem fará o contorno do corpo usando uma caneta colorida.
2. Solicitar que desenhem detalhes no boneco, personalizando-o.
3. Depois de prontos, os bonecos de cada dupla devem ser apresentados ao grupo.
4. Apresentar situações para que cada dupla selecione roupas e acessórios para o seu boneco, como: “Imaginem que o boneco é um menino que vai a uma festa de aniversário de um amigo da escola. Como ele deve se vestir?”; “Imagine que o boneco é uma menina que vai a uma cerimônia de casamento. Quais roupas e acessórios poderia utilizar?”; “O boneco é uma menina que vai ao dentista. Que roupa poderia usar?”; entre outras situações que dependem diretamente das opções de peças do baú.
5. A cada solicitação, uma dupla deve fazer uso dos itens do baú, retirando-os e posicionando-os sobre o boneco. Caso a quantidade de itens seja apropriada, todas as duplas podem compor o vestuário do boneco ao mesmo tempo.
6. Logo que as duplas tenham finalizado a composição para seu boneco, os grupos devem observar as escolhas feitas e comentá-las. Se for preciso fazer adequações, será preciso orientá-los para que não haja indisposições entre os alunos.
7. Guardar os itens no baú e oferecer tecidos e papéis aos alunos.
8. Solicitar que componham uma roupa permanente para o boneco. Auxiliá-los no corte e na colagem de tecidos, se for necessário.
9. Logo que tenham concluído a tarefa, organizar um momento de apresentação dos trabalhos, ocasião em que as duplas podem contar a razão de terem elaborado aquelas peças de roupas e os acessórios, indicando em que ocasião aquelas roupas serão apropriadas.
Avaliação:
Durante a atividade, verificar se os alunos:
- Identificam as situações sociais, ou referentes ao clima, que determinam o vestuário mais apropriado.
- Realizam combinações de peças tendo em vista a situação apresentada pelo professor.
- Apresentam argumentos para defender seus pontos de vista.
- Participam com interesse de situações de brincadeira nas quais escolhem objetos.
- Realizam as tarefas que envolvem ações de cooperação, solidariedade e ajuda na relação com os outros.

O primeiro carro
Planejamento para eixo de Natureza e Sociedade – Grupo 4 de Educação Infantil

Grupo 4

Título: O primeiro carro
Âmbito: Conhecimento de mundo
Eixo: Natureza e Sociedade
Conteúdo:
Conhecimento de modos de ser, viver e trabalhar de alguns grupos sociais do presente e do passado.
Identificação de alguns papéis sociais existentes em seus grupos de convívio, dentro e fora da instituição.

Objetivo:
- Elaborar, com a ajuda do professor, um carro feito de caixa de papelão.
- Participar de brincadeira de faz de conta – “Trânsito”.
Material:
- Figuras de diferentes meios de transporte.
- 1 caixa de papelão por aluno de tal tamanho que o aluno consiga ficar dentro dele, vestindo-o.
- Tinta guache de diferentes cores.
- Cartaz com a ilustração de sinaleiro.
- Apito.
Atividade motivacional:
Apresentar as figuras de meios de transporte para averiguar quais são conhecidos dos alunos.
Estabelecer uma conversa a respeito de cada um dos meios de transporte apresentados – para que são usados, se já viram de perto, quem o dirigia, entre outros aspectos.
Averiguar de que modo os alunos se deslocam de casa até a escola – a pé, de ônibus, de bicicleta, se são trazidos de carro, metrô, entre outros.
Com base nas experiências dos alunos no trânsito da cidade, abordar aspectos como as placas de sinalização para orientar o trânsito, as cores do semáforo e seus significados; a função das faixas de segurança, entre outros aspectos.

Encaminhamento metodológico (estratégias, procedimentos e métodos):
1. Convidar os alunos a brincarem de faz de conta de trânsito. Para isso disponibilizar as caixas e comentar que elas podem ser utilizadas como se fossem os veículos.
2. Auxiliar os alunos caso necessitem de apoio para negociar as caixas providenciadas.
3. Quando os alunos já estiverem dentro de suas caixas, perguntar como poderiam fazer para se deslocarem pelo ambiente. Caso nenhum deles cite a possibilidade de retirar o fundo da caixa, sugerir para eles.
4. Auxiliar os alunos para que as abas do fundo da caixa sejam retiradas ou dobradas para dentro dela.
5. Fazer cortes nas laterais da caixa de modo que os alunos tenham onde segurar a caixa, mantendo-a na altura adequada, facilitando sua movimentação.
Fotografia de uma criança com seu carro já pronto – evidenciando de que modo os cortes laterais devem ser feitos.

Outra possibilidade é fixar tiras de tecidos na lateral da caixa criando uma espécie de alça. Essas alças devem ser colocadas nos ombros do aluno, de modo a suspender a caixa por meio delas.
Observação: Para a personalização dos veículos, os alunos podem ser convidados a pintarem a caixa com tinta guache. Depois de seca, oferecer círculos de papel para representar as lanternas e as rodas.

6. Logo que todos os alunos estiverem “motorizados”, propor um passeio pela escola. Os alunos podem produzir sons com a boca simulando o barulho de automóveis.
7. Após o passeio, podem ser criadas simulações de situações de trânsito: parte dos alunos podem realizar o trajeto de uma rua, desenhada no chão com giz de quadro, e a outra parte pode circular por outra rua também desenhada no chão. No ponto de cruzamento das ruas, apresentar um cartaz com a ilustração de um sinaleiro que alterne as cores (ver fotografia a seguir) ou, então, o professor pode atuar como o guarda de Trânsito, utilizando um apito para orientar a movimentação dos “veículos”.
Fotografia de um semáforo feito em papel (cartolina). Nos locais destinados às lâmpadas coloridas, inserir espécie de “janela” que possa ser aberta ou fechada de acordo com a orientação que se deseja dar – SIGA, PARE, ATENÇÃO.
8. Convidar os alunos a atuarem como guardas de trânsito – caso haja muitos candidatos, realizar sorteio. Combinar um tempo para haver substituição dos “guardas” na brincadeira.
9. Propor que metade da turma fique com seus “carros” e a outra metade se torne “pedestres”.
10. Simular situações como atravessar a rua pela faixa de segurança, descer e subir em carros (sempre pelo lado onde fica a calçada); entre outras situações. Depois de alguns minutos de brincadeira, realizar a troca de papéis (quem esteve motorizado, passa a ser pedestre).
Avaliação:
Verificar se as crianças, durante a atividade:
- Identificam os diferentes meios de transporte, bem como sua função.
- Conhecem a maneira segura de transitar pela cidade.
- Reconhecem algumas convenções de trânsito (o que significam placas como PARE, NÃO BUZINE, VIRAR À DIREITA E À ESQUERDA, entre outras).
- Participam de brincadeira de faz de conta considerando as experiências que possuem.
- Ampliam a capacidade de expressão.
- Aguçam a criatividade.

1 comentários:

  1. Muito legal seu blog adorei!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...